Diário Logo

O Diário Logo

Polícia fecha fábrica de perfumes e cosméticos falsificados em Mogi

Mais de 97 mil produtos foram apreendidos; 4 pessoas foram presas em flagrante

5 de junho de 2024

Produtos simulavam marcas internacionais, comercializadas a mais de R$ 300,00 | Divulgação

Reportagem de: O Diário

A Polícia Civil fechou uma fábrica de perfumes falsificados em Mogi das Cruzes, na terça-feira (4). A ação do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) identificou outros três locais, que funcionavam como depósitos, nas zonas norte e leste de São Paulo. As buscas foram autorizadas pela Justiça.

Os policiais da 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG) descobriram que a quadrilha falsificava perfumes de marcas internacionais e lucrava com a venda usando sites para a comercialização dos produtos. As investigações contaram com o apoio de representantes das empresas prejudicadas.

Entre os produtos apreendidos pela polícia civil estão marcas como 212 Sexy, vendido a partir de R$ 400,00, e Calvin Klein, encontrado por cerca de R$ 280,00.

As buscas foram realizadas ontem em Mogi das Cruzes, na região metropolitana, e em endereços nas zonas norte e leste da capital paulista. 

Além da fábrica em Mogi das Cruzes, os policiais apreenderam itens falsificados em dois depósitos na zona leste de São Paulo. Ao todo, quase 97 mil cosméticos que simulavam marcas internacionais foram recolhidos. Na zona norte da cidade, em outro local usado pela quadrilha, mais de mil frascos de perfumes falsificados foram recolhidos. 

Durante a ação, os agentes prenderam quatro pessoas em flagrante. O bando vai responder por associação criminosa e crimes contra a saúde pública e a propriedade industrial.

Veja Também