Diário Logo

O Diário Logo

Parceria vai garantir inclusão digital a jovens atendidos por ONGs

Proposta é garantir acesso gratuito a cursos com certificação Microsoft, Google, entre outros

22 de maio de 2024

Na última sexta-feira (17) foram apresentadas às entidades os pré-requisitos para participação da iniciativa | Divulgação: Mauricio Sordilli/Secop Suzano

Reportagem de: O Diário

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de Suzano firmou uma parceria com o Instituto Nacional de Desenvolvimento Social (Indes) para proporcionar a 210 adolescentes de seis Organizações Não Governamentais (ONGs) da cidade a oportunidade de formação gratuita em conteúdos da área de tecnologia.

Na última sexta-feira (17), no auditório do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Centro, foram apresentadas às entidades os pré-requisitos para participação da iniciativa, que deverá garantir a capacitação ao longo do segundo semestre.

Os critérios de seleção das ONGs que serão contempladas incluem a oferta de laboratório com pelo menos seis computadores conectados à internet de alta velocidade, em bom funcionamento. Também é necessário haver 35 jovens, entre 14 e 17 anos, interessados em fazer algum dos programas de formação em tecnologia. Como contrapartida, as entidades precisam cadastrar os alunos no sistema Indes.

Os jovens atendidos poderão acessar os cursos a qualquer horário da semana por meio do formato educação a distância. Além do conteúdo que será disponibilizado de forma virtual, a entidade contemplada poderá contar com a presença de um professor de tecnologia durante três horas por semana, para tirar dúvidas dos alunos. Esse professor poderá fazer pequenas manutenções no laboratório local, incluindo a formatação de máquinas e troca de peças.

A proposta é garantir acesso a cursos com certificação Microsoft, Cisco, Google e Dinamize para formação em letramento digital, pacote office, redes de computador, marketing digital, robótica, programação e drone, entre outras matérias para garantir a inclusão digital. Ainda estão previstas visitas dos alunos a empresas de São Paulo e região, para outras capacitações e ampliação do repertório, incluindo atividades na Microsoft Reactor, na capital, para o curso de Excel Básico.

O secretário Geraldo Garippo pontuou que as ferramentas a que esses jovens terão acesso darão um suporte expressivo para a formação de cada um. “Sabemos que a inclusão digital é um instrumento de cidadania para todos. A iniciativa garantirá a eles o contato com novos recursos por meio de uma capacitação específica, que contará com suporte de profissionais especializados e visitas a empresas de relevância no mercado. Os participantes terão a oportunidade de desenvolver novas habilidades e assimilar importantes conhecimentos”, avaliou o titular da pasta.

Veja Também