Diário Logo

O Diário Logo

Suzano cadastra lactantes para vacinar contra a Covid

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, disponibilizou nesta terça-feira (22) um formulário on-line voltado às lactantes, com bebês de até 12 meses de idade, interessadas na vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). O cadastramento deverá guiar a pasta na identificação e mensuração da demanda deste grupo, viabilizando a imunização, conforme a […]

23 de junho de 2021

Reportagem de: O Diário

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, disponibilizou nesta terça-feira (22) um formulário on-line voltado às lactantes, com bebês de até 12 meses de idade, interessadas na vacina contra o novo coronavírus (Covid-19).

O cadastramento deverá guiar a pasta na identificação e mensuração da demanda deste grupo, viabilizando a imunização, conforme a disponibilidade de doses. As suzanenses que se enquadram neste grupo podem se cadastrar no link. 

O formulário exige dados obrigatórios como e-mail, nome completo, CPF, telefone, comprovante de residência em Suzano, certidão de nascimento do bebê e relatório médico do pediatra. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, esse último item visa garantir a identificação da mulher como lactante.

“O cadastro de interesse na vacinação está aberto a lactantes com bebês de 45 dias a 12 meses de vida. Então, precisamos comprovar que esta mulher está mesmo amamentando seu filho neste período, por meio do documento médico de acompanhamento do pediatra. Lembramos que as grávidas e puérperas, que deram à luz nos últimos 45 dias, já estão sendo vacinadas”, explicou.

Depois de concluir o cadastro, preenchendo todos os campos corretamente, a mulher deve aguardar contato para ser vacinada.

“O cadastro não garante a vacinação imediata. Cada inscrição será avaliada e chamada de acordo com a disponibilidade de doses, que serão aplicadas mediante agendamento prévio. Esse procedimento é importante para organizarmos a demanda deste grupo prioritário de mulheres, a fim de proporcionar um atendimento adequado e até mesmo pleitear o envio de mais doses ao município”, reforçou Ishi.

Além das lactantes, outro cadastro prioritário em andamento é o dos profissionais da Saúde, com conselho de classe, que ainda não tomaram a vacina. O município já ofertou a vacinação para esse público no início do ano e superou as metas esperadas. No entanto, aqueles profissionais que residem na cidade e que ainda não obtiveram as doses poderão se cadastrar no link. De maneira semelhante, após análise do cadastro, as equipes também deverão entrar em contato para agendar a aplicação da dose, conforme disponibilidade. 

“O grande objetivo dos formulários é identificar esses grupos para ganharmos força na imunização, vacinando cada vez mais pessoas. Seguimos com muito trabalho e uma dose extra de esperança no combate à pandemia”, finalizou o secretário.  

Veja Também