Diário Logo

O Diário Logo

Suzano vive noite de caos e prefeito Ashiuchi decreta estado de alerta

A Prefeitura de Suzano decretou estado de alerta para 12 bairros após a cidade ser castigadas por fortes chuvas entre a tarde e a noite desta sexta-feira (10). Até a manhã deste sábado (11), duas pessoas estavam desalojadas e eram acolhidas em abrigos. Com cerca de 100 milímetros de chuva na cidade em menos de […]

11 de março de 2023

Reportagem de: O Diário

A Prefeitura de Suzano decretou estado de alerta para 12 bairros após a cidade ser castigadas por fortes chuvas entre a tarde e a noite desta sexta-feira (10). Até a manhã deste sábado (11), duas pessoas estavam desalojadas e eram acolhidas em abrigos. Com cerca de 100 milímetros de chuva na cidade em menos de uma hora, o dia foi caótico. Entre as ocorrências estão alagamentos nas escolas Professora Luiza Hidaki, no Centro e Célia Pereira de Lima, no Jardim Cacique, ruas ‘virando rios’ e queda de árvore. 

Com pontos prontos para atender a população se necessário, o Fundo Social está arrecadando itens de higiene e de limpeza (leia mais abaixo). Por conta dos estragos, a inauguração do novo UPA 24 no Jardim revista prevista para hoje foi adiada para o próximo sábado (18). 

A Prefeitura prometeu intensificar a limpeza nas ruas neste sábado. 

Bairros de Mogi das Cruzes que fazem divisa com Suzano também viveram uma noite tensa, como o Jardim Margaria, que registrou inundações. 

Passageiros da linha 11 Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitano (CPTM), que faz o trajeto ida e volta São Paulo-Mogi enfrentaram atrasos com as paralisações das composições no início da noite desta sexta-feira (10).

As fortes chuvas que caíram na região alagaram os trilhos nos municípios de Ferraz de Vasconcelos e Poá, obrigando os trens a interromper a viagem.

Em Suzano, o rio Una transbordou. Com a água invandindo as ruas, logo o trânsito na região central da cidade ficou completamente parado. 

Rua Dr. Prudente de Morais, carros ficaram presos em enchente próximo ao Viaduto Leon Feffer.

Comércios também tiveram prejuízos. A unidade do Nagumo do bairro Dona Benta alagou, conforme mostram imagens que circulam nas redes. 

“Estava voltando do serviço e levei mais de duas horas mais do que costumo levar. Ficamos muito tempo parado ali do lado da estação e depois esperando a agua baixar para passar com carro em outras ruas”, conta a podóloga Maria Fernandes para a reportagem. 

Um trabalhador de uma empresa, que não quis se identificar, conta que o onibus onde estava junto com demais colegas de trabalho atolou nas proximidades da rodovia Indio Tibiriça. “Foi assustador porque começou a vir uma corrente muito forte de água. Precisaram chamar um trator para puxar o onibus, mas a corda estourou. Depois fomos de van e a van também atolou”, relata a situação assustadora. 

Segundo a Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Urbanos, além da intensa precipitação registrada, o nível do rio Tietê também influenciou nas ocorrências desta sexta-feira. “O fato de o rio Tietê estar cheio faz com que não tenhamos vazão para a água, sobretudo na região do Parque Maria Helena”, disse o titular da pasta, Samuel Oliveira. 

Os bairros de Suzano que entraram em estado de atenção são: Jardim Dona Benta, Parque Maria Helena, Cidade Miguel Badra, Jardim Fernandes, Vila Amorim, Vila Urupês, Jardim Monte Cristo, Jardim Carmem, Vila Figueira, Jardim Maitê, Jardim Belém e Jardim Nazareth. 

O Social de Solidariedade e a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social criaram ambientes de acolhimento, somados ao atendimento permanente. “Colocamos à disposição dois locais para as famílias que precisarem. Até o momento, duas pessoas necessitaram de abrigo e estão sendo acolhidas”, informou o secretário Geraldo Garippo. 

A presidente do Fundo Social, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, também está com a sua equipe no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da área central arrecadando itens de higiene e de limpeza. O ponto para doação é no número 595 da rua Monsenhor Nuno. 

O prefeito Rodrigo Ashiuchi, que esteve vistoriando os bairros atingidos, destacou um trabalho intensivo com um grupo multidisciplinar nas ruas da cidade. “Neste momento, as equipes de todos os departamentos da prefeitura que compõem o ‘Plano Verão’ estão nas ruas buscando atender as demandas e prestando o devido apoio às famílias atingidas pela forte chuva, ao passo em que seguem avaliando os prejuízos causados pelo temporal”, disse em nota encaminhada para a imprensa.

Veja Também