Diário Logo

O Diário Logo

Em Arujá, suspeito é detido por estupro de vulnerável

Mãe acusa suspeito de colocar mão da filha nas partes íntimas dele, na tarde desta quinta (2), homem nega

3 de maio de 2024

Policial militar conduz suspeito acusado por estupro de vulnerável, em Arujá | Reprodução/Redes Sociais.

Reportagem de: Vitor Gianluca

Na tarde desta quinta-feira (2), uma mãe chamou a Polícia Militar de Arujá (PM), alegando que o vizinho estaria nu e teria colocado a mão da filha, de cinco anos, no órgão genital dele. O fato ocorreu na rua Sebastião Martins Guimarães, Parque Rodrigo Barreto, em Arujá.

A mãe informou à PM que observou o vizinho com a parte íntima à mostra nos fundos da residência, próximo à divisa dos terrenos. No momento em que a filha teria se aproximado, o homem, segundo relato da responsável, pegou a mão da menor e colocou nas partes íntimas. Neste momento, a mãe começou a gritar e os vizinhos foram ao local, para deter o homem.

A PM chegou ao local e encontrou o homem contido, sentado no chão, com escoriações no corpo. O homem, ao ser questionado, afirmou que a criança estava próxima a ele, no momento em que estava urinando na divisa dos terrenos, mas nega ter pegado a mão da criança na parte íntima.

Foi dada voz de prisão em flagrante e o homem foi conduzindo ao Ponto de Atendimento Central, onde foi atendido e liberado. Após o atendimento, o suspeito foi levado pelos agentes para a Delegacia de Polícia de Arujá, onde o caso foi registrado como estupro de vulnerável e ele ficou à disposição da justiça.

Veja Também