Diário Logo

O Diário Logo

Linha 11-Coral deve ter viagens a cada 3 minutos, após concessão

No total, a empresa vencedora deverá investir R$ 12,5 bilhões nas Linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade; leilão ocorrerá em dezembro

10 de junho de 2024

Próxima etapa será a realização da Audiência Pública nos dias 19, 20 e 21 de junho | Divulgação CPTM

Reportagem de: Fabio Pereira

Com os avanços do processo de concessão da Linha 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), uma das previsões do projeto é que as viagens ocorram a cada três minutos, com capacidade para atender, em média, 696 mil pessoas em dias úteis até 2040.

Vale lembrar que a Secretaria de Parcerias em Investimentos do Estado de São Paulo também qualificou as Linhas 12-Safira e 13-Jade como aptas para serem administradas pela iniciativa privada pelo prazo de 31 anos. Uma das exigências do governo estadual é que a empresa vencedora do leilão invista R$ 12,5 bilhões durante o período de concessão para melhorar o conforto e a acessibilidade dos passageiros.

As melhorias na Linha 11-Coral também preveem a reforma das Estações Palmeiras-Barra Funda, Luz, Tatuapé, Corinthians-Itaquera, Dom Bosco, José Bonifácio, Ferraz de Vasconcelos, Poá e Suzano. O projeto também destaca a reconstrução das Estações Estudantes, Jundiapeba e Mogi das Cruzes. Além disso, está prevista a chegada do trem até o distrito de César de Souza, uma reivindicação antiga dos moradores da cidade.

LEIA TAMBÉM

Linha 12-Safira

Para a Linha 12-Safira, que opera nos sentidos Brás/Calmon Viana, a previsão é de reformas nas Estações USP Leste, Comendador Ermelino, São Miguel Paulista, Jardim Helena/Vila Mara, Itaim Paulista e Jardim Romano. A Estação Calmon Viana, por sua vez, terá uma expansão de 2,7 quilômetros até Suzano, possibilitando uma nova integração com a Linha 11-Coral. A Estação Itaquaquecetuba será reconstruída. As intervenções na Linha 12-Safira permitirão a chegada de trens a cada 3,25 minutos, com uma demanda prevista de até 412 mil passageiros em dias úteis, em 2040.

Linha 13-Jade

A Linha 13-Jade receberá investimentos para reformas nas Estações Engenheiro Goulart, Guarulhos-CECAP e Aeroporto Guarulhos. A iniciativa ainda prevê a criação de cinco novas estações: Cangaíba, Jardim dos Eucaliptos, São João, Presidente Dutra e Bonsucesso. Além disso, haverá a expansão de 5,5 quilômetros até a Estação Gabriela Mistral. Com esse pacote de melhorias, o tempo de espera para o início de cada viagem será de 15 minutos, atendendo a uma média de 101 mil passageiros em dias úteis até 2040.

Processo

A etapa de qualificação do Programa de Parcerias de Investimentos do Estado de São Paulo (PPI-SP) já foi aprovada, bem como a fase de estudos. O próximo passo para o avanço da privatização é a execução da Audiência Pública de apresentação do Projeto de Concessão Patrocinada da prestação do serviço público de transporte de passageiros sobre trilhos das Linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade do Estado de São Paulo.

A Audiência Pública será realizada de forma presencial, com transmissão ao vivo pela internet, nos dias 19, 20 e 21 de junho, sendo esta última data na cidade de Mogi das Cruzes. Após a conclusão desta etapa, haverá a publicação do edital, em setembro; o leilão, que irá definir a empresa vencedora, em dezembro; e a assinatura de contrato, em março de 2025. Mais informações podem ser consultadas por meio do site da Secretaria de Parcerias em Investimentos do Estado de São Paulo.

Veja Também