Diário Logo

O Diário Logo

Alabarce e trem da CPTM devem desenvolver César de Souza

No caso do supermercado, uma das redes mais tradicionais do segmento alimentício da região, a instalação do novo comércio deverá gerar até 200 novos empregos na cidade

20 de maio de 2024

Investimentos trarão melhorias comerciais e de transporte à população local | Divulgação

Reportagem de: Fabio Pereira

César de Souza, distrito localizado em Mogi das Cruzes, deverá passar por uma mudança significativa em relação ao transporte e à economia nos próximos meses. Entre as novidades, destacam-se a nova unidade do Supermercado Alabarce e a extensão da Linha 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

No caso do Supermercado Alabarce, uma das redes mais tradicionais do segmento alimentício da região, a instalação do novo comércio deverá gerar até 200 novos empregos na cidade. A nova loja, assim como as demais no município, promete trazer uma grande gama de produtos, visando atender as necessidades dos consumidores locais. No total, o espaço poderá contar com até 10 mil metros quadrados. Ronaldo Rezende, diretor da rede, destaca que o início das obras ocorrerá ainda este ano. 

LEIA TAMBÉM

Inaugurada em 1994, a primeira unidade do Alabarce completou 20 anos de existência em 2024. Atualmente, esta rede de comércio possui cinco outras lojas. A última inauguração ocorreu em 2022 e, atualmente, os consumidores têm à disposição mais de 30 mil itens, incluindo alimentos, produtos de cozinha, entre outros. 

Trem

O anúncio das obras indicando que César de Souza ganharia um estação da CPTM foi feito em 14 de março deste ano pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o deputado André do Prado, que, na oportunidade, também confirmou que as outras quatro estações do município seriam reformadas.

VEJA VÍDEO ABAIXO:

A equipe de O Diário entrou em contato recentemente com a Secretaria de Parcerias em Investimentos do Estado de São Paulo que, na oportunidade, informou que um documento contendo valores de investimento, tempo de duração das obras e demais questionamentos será divulgado no final deste mês pelo governo estadual.

Veja Também