Diário Logo

O Diário Logo

Antigo imóvel do Sesi de César será usado pela Educação e Segurança de Mogi

O prédio mantido pelo Serviço Social da Indústria, o Sesi, no distrito de César de Souza, foi demolido para a execução de um projeto ligado às secretarias de Segurança e Educação de Mogi das Cruzes. Desativado há mais de dois anos, e revertido para a Prefeitura de Mogi das Cruzes, o imóvel começou a ser […]

27 de abril de 2023

Reportagem de: O Diário

O prédio mantido pelo Serviço Social da Indústria, o Sesi, no distrito de César de Souza, foi demolido para a execução de um projeto ligado às secretarias de Segurança e Educação de Mogi das Cruzes. Desativado há mais de dois anos, e revertido para a Prefeitura de Mogi das Cruzes, o imóvel começou a ser demolido, como O Diário divulgou nesta quarta-feira (26). 

O local vinha sendo destruído por vândalos e ocupado por desocupados, como moradores da região da avenida João XXIII e da rua Angelo Albiero Filho vinham acompanhando nos últimos tempos.

Com dependências antigas e problemas de acessibilidade, como escadarias no interior da construção, a decisão de demolir o imóvel acabou por tratar de um outro problema: a destruição do espaço que, sem uso, também acaba sendo acelerada.

A escola do Sesi funcionou no local desde o final dos anos 1980 e atendeu centenas de famílias daquela e de outras regiões da cidade. Funcionou em uma área considerável, e localizada em região valorizada. A unidade foi fechada após a construção do novo prédio do Sesi, no Conjunto Cocuera.

Com o fechamento da unidade, o imóvel foi revertido para a municipalidade. Já era plano da Prefeitura utilizar o local como um polo de segurança, com a transferência de setores como a Delegacia de Defesa da Mulher, algo anunciado em 2021 pelo prefeito Caio Cunha.

Durante a pandemia, ainda, o espaço abrigou um serviço emergencial para o acolhimento de pessoas em situação de rua. Porém, voltou a permanecer sem uso – o que atraiu vândalos.

Questionada, a Prefeitura encaminhou nota confirmando que existe um projeto para a utilização do espaço da antiga unidade do Sesi, em César de Souza, para equipamentos voltados à Educação e Segurança Pública.

“No caso da segurança pública, o local deverá receber a estrutura do canil da Guarda Municipal, um novo serviço a ser desenvolvido pela corporação. A construção será feita com recursos próprios e de emenda parlamentar. O processo licitatório para a definição da empresa que fará a construção está em andamento. Pela Secretaria de Educação, o espaço terá uma escola e o atendimento será definido de acordo com a demanda do setor”, trouxe a nota enviada nesta tarde ao jornal. 

Veja Também