Diário Logo

O Diário Logo

Bertaiolli vai à CPTM. Discutir sobre o trem até César e reforma de estações

A extensão do trajeto dos trens de subúrbio entre a Estação dos Estudantes e o distrito de César de Souza, em Mogi das Cruzes, será o principal assunto do encontro entre o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) e o atual presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Pedro Moro, nesta quinta-feira (13), na sede […]

12 de abril de 2023

Reportagem de: O Diário

A extensão do trajeto dos trens de subúrbio entre a Estação dos Estudantes e o distrito de César de Souza, em Mogi das Cruzes, será o principal assunto do encontro entre o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) e o atual presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Pedro Moro, nesta quinta-feira (13), na sede da estatal, em São Paulo.

A reunião está prevista para durar uma hora, tempo mais que suficiente para que o parlamentar mogiano possa expor, em detalhes, a importância da obra para os moradores de Mogi das Cruzes, lembrar as promessas de execução feitas pelo atual governador Tarcísio de Freitas (Republicano), ainda em campanha, e discutir com Moro outro assunto que incomoda a cidade, anteriormente à época em que Bertaiolli foi prefeito.

As reformas das estações de Jundiapeba, Braz Cubas e Estudantes, prometidas há muito tempo, em governos anteriores, não saíram do papel, assim como as da estação central de Mogi.

Esta deveria ter sido totalmente recuperada para ser interligada, por meio de uma escada rolante, ao Terminal Central de Ônibus, como parte do Complexo Viário Jornalista Tirreno Da San Biagio, que inclui as passagens subterrâneas do centro.  Os túneis foram entregues, mas a estação não recebeu qualquer mudança, permanecendo nas mesmas precárias condições de conforto de décadas atrás.

Bertaiolli viveu de perto todas essas questões e, por isso mesmo, conhece os assuntos a fundo, podendo traçar um diagnóstico perfeito da situação, tanto das estações ferroviárias da cidade, com da extensão dos trens de subúrbio até César, uma reivindicação dos moradores do distrito, que este jornal vem encampando desde o início das primeiras conversas com o governo acerca do assunto.

Pela inércia de governos anteriores, os diretores da CPTM sempre procuraram argumentos para justificar a não execução das obras, como o custo da extensão das redes de eletrificação dos trens até o distrito, ou dificuldades para ultrapassar o rio Tietê, que fica na metade do caminho. Só que os trens de carga já passam normalmente pelo trecho da linha a ser adequado para receber os subúrbios.

A vontade do governador Tarcísio – se é que ele ainda se lembra das promessas de campanha –, poderá ser definitiva para que esses e eventuais outros obstáculos venham a ser superados e o trajeto dos trens de passageiros seja estendido até César, uma localidade que vem experimentando um elevado índice de crescimento urbano e populacional durante os últimos anos.

E se a chegada dos trens já era uma necessidade no passado, agora, então, se torna imprescindível para garantir condução mais fácil a milhares de pessoas daquela região que, além de César de Souza, inclui também o Botujuru, Rodeio e até Sabaúna.

Por tudo isso, ganha especial importância a conversa entre o deputado Bertaiolli e o todo-poderoso da CPTM. Será uma oportunidade para reafirmar reivindicações e, até quem sabe, receber a garantia de que algo será feito para resolver, de uma vez por todas, tanto a questão da extensão dos trens de subúrbio, como a reforma das estações, dois verdadeiros “partos da montanha”, ambos encruados há muito tempo.

 

Obra cara…

A demora na execução das obras de implantação de banheiros acessíveis na estação de Braz Cubas da Linha 11- Coral quase fez dobrar o valor pago pela CPTM pelo trabalho. Assinado em dezembro de 2021, a obra teria prazo de nove meses para ser executada. Após o projeto e demolição feitos pela própria CPTM, foi contratada a Construmax Construções e Empreendimentos Ltda para executar o restante do serviço.  Recentemente foi assinado o primeiro termo aditivo para as obras deste novo conjunto de sanitário que prorroga o prazo do contrato em mais dois meses, além de elevar o valor das obras em R$ 171 mil.

 

…em Braz Cubas

Apesar de estar entregue para a população, o cronograma físico-financeiro aponta a necessidade serviços de arquitetura, instalações hidráulicas, elétricas e telecomunicações. Assim, a obra que estava orçada em R$ 738,9 mil passa a valer R$ 910,4 mil. O extrato do aditivo foi publicado no final de março passado.

 

Homenagens

O ex-deputado Estevam Galvão de Oliveira (União Brasil) e futuro presidente do Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimentos (Fumefi) foi homenageado pela Câmara de Mogi, após 50 anos de atividades em cargos executivo e legislativos. O vereador Milton Lins “Bigêmeos” da Silva (PSD) foi o autor da proposta.

Estevam agradeceu a todos e concluiu afirmando que a homenagem “demonstra o reconhecimento do nosso trabalho, que sempre foi muito mais focado em Suzano, Mogi e região”.

Nesta quarta-feira (12), a homenagem do Legislativo será para o atual diretor-geral do Semae, Francisco Cochi. Em sessão solene, ele receberá o título de Honra ao Mérito.

 

Segurança escolar

O vereador Edson Santos (PSD) está aguardando uma decisão do prefeito Caio Cunha (PODE) para a sugestão, encaminhada por ele, via Câmara, para se avaliar a contratação, em caráter emergencial, de empresa especializada em segurança e vigilância patrimonial para prestar serviços a todas as unidades escolares do município. Tal medida visa garantir a segurança dos alunos e funcionários, detectando e inibindo possíveis atividades criminosas, como nas tragédias ocorridas nos últimos tempos, em vários locais.

“Destacamos que não é papel da segurança privada substituir a Polícia Militar ou a Guarda Municipal, mas sim somar os esforços pela criação de um ambiente escolar mais seguros para funcionários, alunos e os pais”, afirmou Edson Santos.

 

Segurança predial

A Lei de Inspeção Predial, em fase de implantação na cidade, será o tema principal de um encontro que acontecerá na próxima segunda-feira (17), no auditório da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Mogi.

O secretário de Urbanismo de Mogi, Cláudio de Faria Rodrigues, irá abordar os aspectos legais do assunto, enquanto representantes da AEAMC ficarão com as questões técnicas da legislação.

A iniciativa da reunião, aberta ao público em geral, é do vereador Otto Flôres de Rezende (PSD), autor da proposta da lei que irá tratar da segurança nos prédios da cidade.

 

Muffato: plano de negócios

Depois de enviar um de seus dirigentes para conversar diretamente com o prefeito Caio Cunha (PODE), dias atrás, o Grupo Muffato informou a este jornal que o plano de negócios para a nova loja de Mogi “deve ficar pronto nas próximas semanas”.

A empresa do Paraná que adquiriu vários postos de gasolina e lojas da rede Makro de supermercados, entre elas a do bairro do Mogilar, em Mogi das Cruzes, vai anunciar novidades em breve, provavelmente durante anúncio oficial a ser realizado na cidade.

 

Veja Também