Diário Logo

O Diário Logo

CPTM fará projeto e construção da nova estação central de Mogi

O projeto e a construção da nova estação central de Mogi e a modernização das estações Jundiapeba, Braz Cubas e Estudantes deverão ser feitos pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), segundo afirmou o presidente Pedro Moro, em reunião nesta sexta-feira (14), com o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), ao anunciar a desistência da ideia […]

14 de abril de 2023

Reportagem de: O Diário

O projeto e a construção da nova estação central de Mogi e a modernização das estações Jundiapeba, Braz Cubas e Estudantes deverão ser feitos pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), segundo afirmou o presidente Pedro Moro, em reunião nesta sexta-feira (14), com o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), ao anunciar a desistência da ideia de licitar a terceirização dos serviços em troca das obras.

“Esse modelo tem sempre o risco de não seguir adiante, ou porque não há empresa interessada ou por qualquer outro problema judicial. A CPTM colocando esse projeto como prioridade, há a certeza de que será mais célere”, salienta Bertaiolli, que esteve na reunião, acompanhado dos vereadores Edson Santos e Bi Gêmeos, ambos do PSD de Mogi das Cruzes, mesmo partido do deputado.

Eles também apresentaram pedidos. O vereador Edson pediu a substituição dos muros da CPTM por gradis, como já aconteceu em alguns trechos, a exemplo da região do Shangai.  “A mudança na paisagem urbana é muito grande”. Já o Bi Gêmeos reivindicou uma reforma e melhorias na passarela da Rua Padre João, que há anos leva insegurança aos pedestres e moradores do entorno. “Essa passarela liga dois importantes pontos da cidade e não pode ficar como está, oferecendo todo tipo de risco aos usuários e moradores”.

Histórico

Moradores de Mogi das Cruzes e todo o Alto Tietê, onde se concentram cerca de 1,7 milhão de pessoas, segundo o último censo do IBGE, utilizam como meio de transporte ferroviário a Linha 11 Coral da CPTM. Em 2019, com o fim da baldeação interna em Guaianases, a linha passou a ser conhecida como Expresso Leste-Mogi. É considerada a mais extensa linha da CPTM, assim como também a mais saturada.

Desde 2009, quando o deputado Bertaiolli era prefeito de Mogi, foram feitas diversas tratativas com a CPTM para melhorar a qualidade e a segurança, hoje oferecidas aos usuários do sistema. “Tanto que assumi o compromisso de construir, na Região Central, duas passagens subterrâneas, acabando com a transposição de veículos por sobre a linha férrea. Essa foi a maior obra de mobilidade urbana já feita na cidade e que acabou com o conflito e o risco de acidentes entre veículos, pedestres e bicicletas”, destaca o parlamentar.

Na contrapartida dessa obra, a CPTM assumiu um compromisso oficial com toda a cidade para construção da nova Estação Central, alinhada ao Terminal Central, com transposição por escadas rolantes, interligando a Estação até o Terminal de Ônibus; implantação de um boulevard com comércio e equipamentos urbanos, como bancos e jardins, integrando com as praças Sacadura Cabral, Oswaldo Cruz e a praça Diego Chavedar; e modernização e reformas das estações Braz Cubas, Jundiapeba e Estudantes.

 

 

Veja Também