Diário Logo

O Diário Logo

Delegado visita escolas, tira dúvidas e faz alertas sobre o uso da internet

Com objetivo de esclarecer, aconselhar e tirar dúvidas de estudantes e professores, o delegado titular do 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, Francisco Del Poente, percorreu, durante esta quinta-feira (20), alguns estabelecimentos de ensino da cidade, onde conversou também com dirigentes e proprietários sobre o momento atual, marcado por ameaças de ataques a escolas […]

21 de abril de 2023

Reportagem de: O Diário

Com objetivo de esclarecer, aconselhar e tirar dúvidas de estudantes e professores, o delegado titular do 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes, Francisco Del Poente, percorreu, durante esta quinta-feira (20), alguns estabelecimentos de ensino da cidade, onde conversou também com dirigentes e proprietários sobre o momento atual, marcado por ameaças de ataques a escolas e brigas internas entre os próprios alunos, muitos deles flagrados portando algum tipo de arma durante o período de aulas.

As visitas ser limitaram aos estabelecimentos particulares, já que as escolas públicas estavam sem aulas em razão de reuniões pedagógicas voltadas somente para o corpo docente.

O delegado procurou abordar temas do momento, como o uso indevido da internet para espalhar boatos ou marcar encontros para confrontos entre estudantes ou grupos de alunos.

Del Poente chamou a atenção de todos para o uso indiscriminado de redes sociais, principalmente o WhatsApp, que tem sido utilizado para “disseminação de insegurança” entre os jovens. 

Por conta de provocações e comentários feitos por meio dessa e outras redes sociais, segundo o delegado, “está se criando um clima de insegurança entre os estudantes”, fazendo com muitos extrapolem e acabem tentando entrar armados nas escolas.
O policial civil disse que nada disso é necessário, mas alertou a todos para que tenham muita cautela com o atual momento. Ele recomendou que a direção dos estabelecimentos de ensino seja comunicada, sempre que forem notadas anormalidades dentro das unidades escolares  e se mostrou à disposição para ser comunicado sobre eventuais fatos irregulares que venham a ser identificados dentro das escolas.

Del Poente visitou inicialmente as instalações da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), onde foi recebido pelo diretor administrativo, Luiz Carlos de Oliveira Leite. Ele também esteve no Colégio Estrutural, onde o proprietário Reginaldo Abrão esteve a seu lado no contato com os alunos daquele período. O policial também esteve na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Mogi das Cruzes, onde  conversou também com o médico e ex-secretário municipal de Saúde, Paulo Toledo, a respeito do atual momento.

Uma das visitas mais movimentadas aconteceu no Instituto Dona Placidina, na área central da cidade, onde o diretor, padre Marcos Sulivan, reuniu os alunos para a palestra de Del Poente que destacou, principalmente, os riscos e cuidados relativos ao uso da internet, alertando a todos sobre os problemas resultantes do uso abusivo e inadequado da rede, que pode trazer problemas para muita gente, mas, especialmente para o usuário.  Ele lembrou que, ao contrário do que possa parecer, a internet não é um território sem lei e que tudo que é feito por meio de sites ou redes sociais é perfeitamente identificável, representando riscos até penais para eventuais infratores.

“As pessoas das escolas se mostraram satisfeitas com as explicações e alertas e fui muito bem recebido em todas elas; achei inicialmente que poderia encontrar alguma dificuldade, o que não aconteceu. Foi tudo muito bom poder fazer essa comunicação direta com as escolas”, garantiu o delegado Del Poente.

Veja Também