Diário Logo

Notizia Logo

Legislativo sugere criação de cargos de agentes de segurança escolar em Mogi

Para tentar amenizar o clima de medo e insegurança no ambiente escolar, a Câmara de Mogi sugere que a Prefeitura avalie a possibilidade de criar novos cargos, por meio de concurso público, para contratação de agentes de segurança para atuar nas 110 unidades escolares existentes na cidade. A proposta, apresentada pelo vereador Edson Santos (PSD), […]

25 de abril de 2023

Reportagem de: O Diário

Para tentar amenizar o clima de medo e insegurança no ambiente escolar, a Câmara de Mogi sugere que a Prefeitura avalie a possibilidade de criar novos cargos, por meio de concurso público, para contratação de agentes de segurança para atuar nas 110 unidades escolares existentes na cidade.

A proposta, apresentada pelo vereador Edson Santos (PSD), teve aprovação unânime em sessão realizada nesta terça-feira (25), pela Câmara de Mogi.

Ao defender a sua proposta para a criação de cargos de agente escolar, o vereador disse que a situação mostra que é preciso dar uma resposta ao problema, “como estratégia”, sendo de suma importância a contratação desses profissionais para enfrentar esses acontecimentos e proteger as crianças e adolescentes, como também os funcionários e demais prestadores de serviços que trabalham e frequentam todos os dias as unidades.

“Destacamos ainda que não é papel do agente de segurança escolar substituir a Polícia Militar ou a Guarda Civil Municipal (GCM), mas sim somar esforços pela criação de um ambiente escolar mais seguro”, reforça ele, observando ainda que muitos pais têm deixado de levar seus filhos às escolas por medo e os funcionários também não se sentem seguros nesses locais”, justifica.

Edson Santos também foi o autor de outra indicação encaminhada ao prefeito Caio Cunha (PODE), na semana passada, sugerindo a realização de estudos sobre a possibilidade de contratação de com empresa privada de segurança para solucionar o problema a curto prazo e impedir ataques às escolas, como os que aconteceram nos últimos meses no país, resultando em mortes e feridos, além dos traumas causados a alunos, funcionários e familiares.

 

 

 

 

 

 

 

Veja Também