Diário Logo

O Diário Logo

VIDEO: Caio Cunha rebate acusação sobre acesso da vice ao gabinete e oferece nova sala

Em vídeo publicado nas redes sociais, o prefeito enfatizou que a vice-prefeita "nunca foi barrada de acessar sua sala"

20 de abril de 2024

Relação entre o prefeito e a vice-prefeita se fragilizou após o comunicado sobre o fim da parceria política | Reprodução

Reportagem de: Ana Lívia Terribille

Após a vice-prefeita de Mogi das Cruzes, Priscila Yamagami (PP), relatar ter sido impedida de acessar seu próprio gabinete na prefeitura na última terça-feira (16), o prefeito, Caio Cunha (Podemos), recorreu às redes sociais para rebater a acusação.

Em um vídeo, Caio Cunha lamentou a necessidade de abordar um assunto que considera “meramente administrativo, burocrático e de segurança”. Ele enfatizou que a vice-prefeita “nunca foi barrada de acessar sua sala”.

“Para esclarecer os fatos, preciso dar algumas explicações: a Priscila nunca foi barrada de acessar sua sala. Pelo contrário, ela foi recebida com o respeito que sempre lhe foi concedido, e teve acesso ao seu espaço”, afirmou.

Cunha também destacou que existem duas formas de acessar o ambiente restrito ao gabinete do prefeito: “Uma delas é: todas as pessoas de confiança têm livre acesso. A outra é mediante anúncio às recepcionistas e, em seguida, autorização pelas assessoras.”

ASSISTA AO VÍDEO:

Prefeito Caio Cunha grava vídeo e lamenta a situação | Reprodução

O prefeito prosseguiu, ressaltando que essa foi a situação da vice-prefeita, e que há registros de imagens de segurança e horários para comprovar. Ele reiterou que ela “nunca foi e nunca será barrada de entrar em sua sala”.

Diante disso, Caio Cunha anunciou uma medida para evitar futuros constrangimentos. “Será proposto à vice-prefeita um novo espaço, fora do ambiente restrito, conforme era feito nas gestões anteriores”, explicou.

Ao final do vídeo, o prefeito expressou sua tristeza e lamentou que, em vez disso, poderiam estar concentrando a atenção das pessoas na luta contra o pedágio, que prevê a cobrança de tarifas nas Rodovias Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga.

“Mais uma vez, reitero minha tristeza para esse momento”, concluiu.

Rompimento

A relação entre o prefeito Caio Cunha e a vice-prefeita Priscila Yamagami se fragilizou após o comunicado sobre o fim da parceria política. No dia 5 de abril, a vice utilizou as redes sociais para anunciar o rompimento com o grupo.

O Diário apurou que Priscila será candidata a vereadora pelo PP e o partido está na base de apoio a Mara Bertaiolli para prefeita de Mogi das Cruzes.

Veja Também