Diário Logo

O Diário Logo

Pedágios na Mogi-Dutra e Mogi-Bertioga vão impactar quase 71 mil veículos por dia

Com a medida de privatização, a empresa responsável terá que administrar, operar e mantê-las pelos próximos 30 anos

5 de junho de 2024

A medida, que foi amplamente debatida na cidade, só deverá acontecer após o término das obras previstas em contrato | Divulgação - PMMC

Reportagem de: Fabio Pereira

A instalação dos pedágios nas rodovias Mogi-Dutra (SP-088) e Mogi-Bertioga (SP-098) deverá acontecer até 2029. A medida, que foi amplamente debatida na cidade, ocorrerá após o término das obras previstas em contrato, que são destinadas às melhorias das estradas. Com a implementação, quase 71 mil veículos, que trafegam nas vias diariamente, serão submetidos à cobrança.

A expectativa, de acordo com a Secretaria de Estado de Parcerias em Investimentos, é que grande parte dos trabalhos sejam concluídos em até 5 anos. A equipe de O Diário entrou em contato com a pasta estadual, que, em nota, se posicionou sobre o assunto. 

“A instalação dos 15 pórticos do sistema Free Flow no Lote Litoral, ocorrerá após o término das obras previstas em contrato. Deste total, dois serão instalados na SP-088 e um na SP-098. Atualmente, cerca de 46,1 mil veículos circulam por dia na altura do km 41 da SP-088, nos dois sentidos, e 24,7 mil na altura do km 56 da SP-098, também nos dois sentidos”, diz a nota.

À época, o chefe do Poder Executivo mogiano, Caio Cunha, destacou em suas redes sociais que a cidade servirá apenas para “pagar a conta”

“As cidades do litoral vão ser as grandes beneficiadas. Enquanto Mogi vai servir apenas para pagar a conta. Absurdo”, escreveu o prefeito em resposta ao questionamento de um seguidor.

Vale lembrar que o Governo do Estado de São Paulo realizou, em abril, o leilão de concessão destas vias que, na ocasião, foi vencido pelo Consórcio Novo Litoral. Com a medida de privatização, a empresa responsável terá que administrar, operar e mantê-las pelos próximos 30 anos. Uma das prerrogativas concedidas à empresa vencedora será a instalação de praças de pedágios ao longo das rodovias. 

LEIA TAMBÉM

Apesar disso, já foi anunciado que serão instalados 15 pórticos ao longo da extensão de 213 quilômetros concedidos. Este tipo de sistema, que garante o pagamento automático das tarifas -, com preços entre R$ 1,08 e R$ 6,29 -, possibilita a passagem dos veículos de maneira eletrônica e sem a necessidade de praças físicas. Neste caso, o Estado alega que sem as praças convencionais “haverá mais segurança aos usuários”. 

Veja Também