Diário Logo

O Diário Logo

Semáforo da João XXIII foi ativado ‘por acidente e sem nenhum teste’, admite prefeito

Quando foi instalado, a própria Prefeitura havia alegado que o motivo do semáforo seria para garantir a segurança na via

19 de junho de 2024

Confira o congestionamento formado ao longo desta manhã (06/06) | Reprodução Redes Sociais

Reportagem de: Fabricio Mello

O prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Pode), admitiu, em um vídeo publicado em seu perfil oficial do Instagram, que o polêmico semáforo na avenida João XXIII, próximo ao Sesc, foi ativado “por acidente e sem nenhum teste”. Quando foi instalado, a própria Prefeitura havia alegado que o motivo da instalação seria a segurança da via.

O semáforo foi instalado no dia 6 deste mês e, nas primeiras horas do dia, motoristas que passavam pelo local foram surpreendidos com um trânsito intenso. Entre os relatos ouvidos pelo O Diário, os condutores pontuaram que um trecho feito em 15 minutos passou a levar mais de uma hora para ser percorrido por conta do equipamento.

Frente a grande quantidade de reclamações, a Prefeitura de Mogi das Cruzes desativou o semáforo na tarde do mesmo dia. Na ocasião, a administração municipal alegou que o equipamento foi instalado para “ampliar a segurança no encontro da avenida Vereador Narciso Yague Guimarães com a rua Rogério Tácola, prevenindo acidentes”, mas que teria “um novo período de testes, operando temporariamente em amarelo piscante”.

A reportagem do O Diário mostrou que apenas um acidente foi registrado nas proximidades do semáforo neste ano. Ainda no levantamento feito a pedido do O Diário, foram quatro em 2023 e apenas um também em 2022, sem vítimas fatais.

Hoje, 13 dias após a instalação polêmica do semáforo, o prefeito Caio Cunha admitiu que o equipamento foi ativado “por acidente” e “sem nenhum teste”. Ele reforçou, entretanto, que o equipamento busca “garantir mais segurança a motoristas e pedestres que por ali precisam passar.”

Ainda segundo o prefeito, o equipamento pode ser reativado após ser devidamente testado. “Estamos trabalhando para encontrar uma solução mais eficiente, que não gere mais trânsito do que o habitual”, escreveu Caio Cunha na descrição da publicação.

Veja abaixo o post do prefeito:

O Diário questionou a Prefeitura sobre uma previsão para ativação do equipamento, ou seja, qual o prazo dos testes para uma definição da ativação ou não do equipamento. De acordo com a assessoria de imprensa, o semáforo permanece em período de testes, operando em amarelo piscante.

Qualquer alteração será informada previamente à população.
Veja Também