Diário Logo

O Diário Logo

Audiência pública sobre privatização das linhas 11, 12 e 13 acontece nesta sexta em Mogi

Além da estação em César de Souza e em outros nove locais, Estado prevê investimento de R$ 12 bilhões e melhorias no sistema ferroviário com a concessão

18 de junho de 2024

Audiência será na OAB de Mogi das Cruzes | Divulgação

Reportagem de: Fabricio Mello

As audiências pública sobre a privatização das linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade de trens metropolitanos, denominado Lote Alto Tietê, começam amanhã (19) e vão até sexta-feira (21), sendo realizadas, respectivamente, em São Paulo, Guarulhos e Mogi das Cruzes.

Segundo o Governo de São Paulo, a privatização das três linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) deve trazer cerca de R$ 12,5 bilhões em investimentos. Além disso, a concessão deve ser responsável pela criação de dez novas estações, incluindo uma em César de Souza, distrito de Mogi das Cruzes. 

LEIA TAMBÉM:

Na Linha 11-Coral, também devem ser construídas estações em Lajeado, Penha e Bom Retiro. Na Linha 12-Safira, haverá uma nova estação em Cangaíba e, para a Linha 13-Jade, está prevista uma extensão até direção a Guarulhos e outra até Gabriela Mistral.

O Estado também anunciou que a privatização das três linhas deve trazer melhorias para o serviço de transporte, como uma redução nos tempos entre cada condução. Para a Linha 11-Coral, a expectativa é de que o intervalo seja reduzido de 3:30 minutos para 3 minutos. Na Linha 12-Safira, o tempo deve ir de 7:30 minutos para 3:30, segundo André Isper Rodrigues Barnabé, secretário-executivo da Secretaria de Parcerias em Investimentos.

Participação nas audiências

As audiências públicas vão ocorrer de forma presencial, com transmissão pela internet, na quarta-feira (19), na capital paulista, às 9h, na sede do DER (Departamento de Estrada de Rodagem); quinta-feira (20), em Guarulhos, às 9h30, na sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); e sexta-feira (21), em Mogi das Cruzes, às 9h30, no auditório da OAB-Mogi das Cruzes.

Para assistir à audiência pública não é necessária a inscrição prévia, respeitando a capacidade de cada local. Os interessados em fazer manifestação oral poderão se inscrever por meio de formulário online até o dia 18 de junho, ou presencialmente, no momento indicado da sessão.

A transmissão das audiências será pelo canal oficial do Governo de São Paulo no YouTube. O regulamento, as formas de participação e outras informações relevantes ao processo serão disponibilizados no site da Secretaria de Parcerias em Investimentos na página “Participação Social“.

Veja Também